artistasgauchos









Desenvolvido por:
msmidia

Reflexão

Reaprender a olhar OU a praga dos celulares em shows
Marcelo Spalding

A queixa não é nova, já interrompeu shows de bandas famosas, já provocou debates acalorados e certamente cada um de nós já foi a mala que assiste a um show pela tela de um celular. E isso não é problema, claro, a não ser pelo fato de que atrás de você há centenas de pessoas que não querem ser distraídas pela luz do seu aparelho – isso quando o vivente não estica bem o braço para pegar o melhor ângulo (dane-se quem está atrás) ou liga o flash e ainda mira em você.

Não fazemos esses registros para vê-los no futuro, não mesmo. Sabemos que as imagens ficam uma porcaria, muito distantes, que a captação do som é ruim e que a magia do que Benjamin, em A obra de arte na era da reprodutibilidade técnica, chama de “aura”, o “aqui e agora”, simplesmente se perde – isso quando não trocamos de celular ou perdemos o cartão de memória e esses arquivos sequer ficam armazenados em algum lugar.

Fazemos esses registros para apreender o momento, para tentar enganar a fugacidade do tempo, para não esquecer. Por séculos apenas a escrita permitia registros que engassem o tempo e o espaço, mas hoje as imagens também são registros que permanecem além do nosso tempo e do nosso espaço (sintomático, aliás, que hoje autógrafo esteja fora de moda, o que o pessoal pede é selfie). Fotografar o lindo cenário à sua frente ou filmar a voz marcante do tenor é uma tentativa de mantê-los dentro de nós, manter esses bons e lúdicos momentos conosco.

Porém, a não ser que você seja muito organizado e tenha todas essas fotos e vídeos catalogados e com backups, e ainda uma predisposição nostálgica para voltar a esses arquivos vez ou outra – como faço com as fotos e vídeos de meus filhos pequenos –, de nada terá adiantado perder a melhor parte do show tentando ajustar a máquina ou procurando o melhor ângulo. Pior: quando você ver de novo seu vídeo, ficará com a sensação de que lá era muito melhor, mais intenso. E era mesmo.

Por outro lado, todas essas experiências artísticas, essas pequenas catarses a que nos submetemos, ficam marcadas em nós de forma definitiva. Nem sempre consciente, mas ficarão lá e moldarão quem você é, no que você acredita. Não por acaso pedagogos sugerem que se leve as crianças a shows e teatros desde pequenas, não por acaso choramos a morte do artista de uma peça que amamos ou mesmo nos pegamos lembrando de cenas, falas ou personagens soltas de espetáculos que assistimos.

Deixemos o celular desligado por alguns instantes, reaprendamos a olhar e viver a aura do espetáculo, pois essa é a forma mais humana – e talvez a única – de nunca o esquecermos.


26/01/2017

Compartilhe

 

Comentários:

Oportuno comentário; além de correto, excelente.Abraço
Ecilda Simões Symanski (Ecylda), Porto Alegre - RS 26/02/2017 - 11:26

Envie seu comentário

Preencha os campos abaixo.

Nome :
E-mail :
Cidade/UF:
Mensagem:
Verificação: Repita os caracteres "380204" no campo ao lado.
 
  

 

  Marcelo Spalding

Marcelo Spalding é formado em jornalismo e mestre em Literatura Brasileira pela UFRGS, professor da Oficina de Criação Literária da Uniritter, editor do portal Artistas Gaúchos, autor dos livros 'As cinco pontas de uma estrela', 'Vencer em Ilhas Tortas', 'Crianças do Asfalto', 'A Cor do Outro' e 'Minicontos e Muito Menos', membro do grupo Casa Verde e colunista do Digestivo Cultural. Recebeu o Prêmio AGES Livro do Ano 2008 pelo livro 'Crianças do Asfalto', categoria Não-Ficção, e o Prêmio Açorianos de Literatura em 2008 pelo portal Artistas Gaúchos.

marcelo@marcelospalding.com
www.marcelospalding.com
www.facebook.com/marcelo.spalding


Colunas de Marcelo Spalding:


Os comentários são publicados no portal da forma como foram enviados em respeito
ao usuário, não responsabilizando-se o AG ou o autor pelo teor dos comentários
nem pela sua correção linguística.


Copyright © msmidia.com







Cursos em Porto Alegre

Cursos de Escrita

Cursos para escritores

Confira cursos e oficinas exclusivos feitos especialmente para escritores ou aspirantes a escritores.

Mais informações


Cursos de Escrita

Oficinas literárias

Oficinas de criação literária e escrita criativa em Porto Alegre.

Mais informações

 


Apoio Cultural