artistasgauchos









Desenvolvido por:
msmidia

Literatura

O poder das histórias
Ana Mello

Eu adoro contar e ouvir histórias, desde criança. Minha avó materna e meu pai eram ótimos contadores e faziam de cada fato do cotidiano um conto recheado de episódios emocionantes. Meu pai contava do seu trabalho, de tudo que fazia na fábrica, dos colegas, do trajeto de bicicleta que percorria todos os dias. Dos tempos de menino e das suas dificuldades.

Além disso, ele me dizia coisas com tamanha sabedoria que não esqueço jamais. Ele me disse uma vez que eu deveria sempre aprender com a experiência dos outros. Com os erros e acertos, pois em uma vida eu não teria a chance e nem a necessidade de viver tudo, mas poderia aprender muito observando. Isso me pouparia muito sofrimento se eu usasse as informações na hora de escolher meus caminhos. A mais pura verdade.
 
Depois vieram os professores, grandes culpados pelo meu amor aos livros, à escrita, as histórias. No meu primeiro dia de aula a professora contou a história da Rapunzel com seus longos cabelos em forma de trança que jogava da janela do castelo. Eu também tinha cabelos compridos e me senti uma personagem de contos de fada. Ela também disse que enquanto não sabíamos ler as letras poderíamos ler as imagens e também contar nossas histórias desenhando. Achei isso fantástico e comecei a desenhar muito.
 
Quando aprendemos a ler, ela nos levou na biblioteca e escolhi meus livros para ler. Sentávamos em volta de uma mesa grande, cada um com um livro. Aprendi a ler letras de cabeça para baixo, pois lia meu livro e o do meu colega da frente. Queria muito ler mais.
 
Minha professora me convenceu que ler e escrever é normal e poderia me proporcionar coisas fantásticas, como nas histórias.
 
Na quarta série tivemos um concurso de redação sobre o descobrimento do Brasil e minha professora ajudou todos os alunos a corrigir e melhorar seus textos. Eu ganhei o primeiro lugar e como prêmio recebi quatro livros ilustrados, lindos. No ginásio, minha professora de português nos ajudou a escrever um livro de poesias. Minhas professoras sempre foram cheias de ideias e acreditavam muito no potencial dos alunos. Já no curso técnico, outra professora maravilhosa e criativa, promoveu um concurso literário em todo o colégio. Tive uma poesia publicada e a certeza de que os professores são supremos.

08/05/2013

Compartilhe

 

Comentários:

O melhor professor é o que conta história. Sou um contador de "causos". Venho de uma família com muitos tios contadores de histórias.Tenho diversos amigos contadores de histórias e, com certeza, são os mais interessante. Parabéns Ana Mallo pelo seu trabalho!
Luiz Martins, Florianópolis 14/05/2013 - 14:40

Envie seu comentário

Preencha os campos abaixo.

Nome :
E-mail :
Cidade/UF:
Mensagem:
Verificação: Repita os caracteres "520906" no campo ao lado.
 
  

 

  Ana Mello

Ana Mello é escritora e publica em diversos sites na internet. Escreve poesias, contos e crônicas. É coordenadora do Movimento Poetrix no Rio Grande do Sul. Apaixonada por minicontos, ministra oficinas em cidades como Cachoeirinha e Osório.

anaelyod@yahoo.com.br
minicontosanamello.blogspot.com
twitter.com/anamello


Colunas de Ana Mello:


Os comentários são publicados no portal da forma como foram enviados em respeito
ao usuário, não responsabilizando-se o AG ou o autor pelo teor dos comentários
nem pela sua correção linguística.


Copyright © msmidia.com







Cursos em Porto Alegre

Cursos de Escrita

Cursos para escritores

Confira cursos e oficinas exclusivos feitos especialmente para escritores ou aspirantes a escritores.

Mais informações


Cursos de Escrita

Oficinas literárias

Oficinas de criação literária e escrita criativa em Porto Alegre.

Mais informações

 


Apoio Cultural