artistasgauchos









Desenvolvido por:
msmidia

Régius Brandão
Régius Brandão
Clique nas imagens para ampliá-las
Clique para ampliar Clique para ampliar Clique para ampliar

 seja um seguidor desse artista

Régius Brandão (Porto Alegre, 1956) é ator, diretor, autor e produtor.
Como ator participou de mais de 40 espetáculos de reconhecida importância no cenário artístico e cultural, entre eles: O Rei da Vela de Oswald de Andrade, Merlin, A Terra Deserta de Tankred Dorst, Marat-Sade de Peter Weiss, Um Inimigo do Povo de H. Ibsen, Nietszche no Paraguay de J. Zanotta , O Prudente Presidente de J. Zanotta, Casamento Aberto, Quase Escancarado de Dario Fo e Franca Rame), Quartett de Heiner Muller, Foi Bom Pra Você? com textos de Luis Fernando Verissimo e Supérfluo Abandono de sua autoria, entre outros.

Trabalhou com importantes diretores teatrais, entre eles: Néstor Monastério, Dilmar Messias, Ronald Radde, Paulo Albuquerque, Arines Íbias, Sonia Pellegrino, Roberto Oliveira, Júlio Zanotta Vieira, Carlos Cunha Filho, Nélson Magalhães, Mário Masetti, Federico Wollf (Argentina), Carlos María Alsina (Laboratório Técnico Per Atore/Milão-Itália e Teatro Él Pulmon, Argentina), entre outros.

Estreou como diretor com Zum Ou Zois de Carlos Meceni e J. M. Padovani inaugurando o Teatro da Cia. De Arte de Porto Alegre (1985) e destacou-se no ano seguinte em sua segunda direção estreando também como autor de Dom Quixote & Dulcinéia que recebeu 7 indicações ao Prêmio Açorianos. Dirigiu ainda: Criador Versus Criaturas de Érico Veríssimo (Espetáculo produzido pela Secretaria de Cultura de Porto Alegre, para homenagear o autor), Charlie, O Clown, Homo Sapiens, Quartett de Heiner Muller (6 indicações ao Açorianos), Com Açúcar, Com Afeto, Até Que Caia O Teto (Financiado pelo FUMPROARTE de Porto Alegre), Supérfluo Abandono, O Pintor (7 indicações AçorianosE Premios de Melhor Ator e Melhor Trilha Sonra Original), SINGULARIDADES DE UMA CIVILIZAÇÃO (adaptação de A Cidade E As Serras de Eça de Queirós, em Aracaju, SE, contemplado no Edital de Fomento ao Teatro da FUNCAJU) e Casamento Aberto, Quase Escancarado de Dario Fo e Franca Rame em Florianópolis.

Autor dos textos teatrais: Dom Quixote & Dulcinéia, Charlie, O Clown, Rhapsody In Blue, Supérfluo Abandono (1991), O Pintor (1992), Com Açúcar, Com Afeto Até Que Caia o Teto e Singularidades de Uma Civilização (livre adaptação de A Cidade E As Serras de Eça de Queirós). É um dos autores de Educa-se Uma Criança? Ed. Artes e Ofícios e de inúmeros artigos para jornais e publicações especializadas.

Em cinema atuou em: A Pequena Vida das Pessoas Grandes- de Jaime Lerner, A Matadeira de Jorge Furtado, Festa de Margarette de Renato Falcão, Diário de Um Novo Mundo de Paulo Nascimento, Rolex de Ouro curta metragem de Beto Rodrigues e ANITA, Una Vita Per Garibaldi de Aurélio Grimaldi (produção ítalo-brasileira), Doce de Coco de Penna Filho e na série SEGREDO, produzida pela RTP de Portugal em exibição em diversos países da Europa e África. Fez a preparação de elenco e asssitência de direção de Lurdinha, A Vendedora de Ilusões de Cesar Cavalcanti.

Atualmente está em cartaz em Florianópolis onde reside com uma nova montagem de CASAMENTO ABERTO, QUASE ESCANCARADO de Dario Fo e Franca Rame ao lado da atriz Antonella Batista e prepara duas novas encenações para 2010, em Florianópolis e em Vila Real, Portugal.


Cidade São Paulo, SP
Celular 11-8534-6294
E-mail teatroforadoeixo@gmail.com
Site www.regiusbrandao.com

 

A presença de Régius Brandão no portal é um oferecimento de:



 Cadastre-se como seguidor desse artista

Prestigie seu artista favorito.

Nome :
E-mail :
Cidade/UF: /
 
  

Este perfil já foi acessado 23802 vezes.

.

Copyright © msmidia.com







Cursos em Porto Alegre

Cursos de Escrita

Cursos para escritores

Confira cursos e oficinas exclusivos feitos especialmente para escritores ou aspirantes a escritores.

Mais informações


Cursos de Escrita

Oficinas literárias

Oficinas de criação literária e escrita criativa em Porto Alegre.

Mais informações

 


Apoio Cultural