artistasgauchos









Desenvolvido por:
msmidia

Artes Cênicas

O Teatro e a sua política
Alexandre Vargas

Alexandre Vargas, 40 anos, ator, diretor, produtor cultural, Coordenador Geral do Festival de Teatro de Rua de Porto Alegre, fundador do C.P.T.A. - Centro de Pesquisa do Trabalho do Ator (2003) e do Falos & Stercus (1991). Atualmente está na Dinamarca, na cidade de Holstebro. Dorme no mesmo quarto que foi ocupado por Jerzy Grotowski, importante teatrólogo polonês, onde realiza uma residência artística com o Odin Teatret, grupo teatral criado por um dos maiores reformuladores do teatro contemporâneo, o mestre Eugenio Barba.

Segundo Alexandre: “As viagens põem nossas vidas para além daquilo que é seguro. E o essencial da vida está fora da compreensão —a realidade assim como os nossos fundamentos são incompreensíveis. Como ator sou um co-autor, operando numa realidade: evocativa, sensorial, individual, além do texto que comunica no nível semântico. Para entrar nesse plantel é necessário possuir caos dentro de si, pois é necessário aprender a pensar com o corpo. Sabe o que isso significa? Dinamite nas convenções para desarticular a sua natureza humana. As motivações pessoais que me trouxeram ao Odin Teatret, exercem um sentido que vão além da minha pessoa. Me arrisco em eternas perguntas sem respostas, mas neste espaço pedagógico horizontal, de excelência e de reflexão dramática, sob a interferência e as perspectivas de um continuum aprendizado do oficio do ator. Aprendizado, apuro técnico, lapidação, reciclagem e o mais importante: o respeito a vida. Pois a arte aqui não se traduz em números estatísticos, conselhos e setoriais. Para romper com a escravidão é preciso se apoiar sobre exemplos de coerência e de integridade. Foi necessário vir para tão longe para compreender o que é difícil de compreender dentro da atmosfera brasileira: são os cidadãos que tornam a democracia concreta, não os políticos.”

Em vinte anos de teatro Alexandre Vargas têm gerado inúmeros projetos, que vão do teatro de rua nas periferias de Porto Alegre ao Odin Teatret. Nesse tempo muitas águas revoltas passaram por debaixo das pontes para que isso se consolidasse.

Na sua inquietude realizou estudos teatrais de “Desenvolvimento e Aprendizagem de Técnicas Teatrais para Deficientes Visuais” (1998/2001). Uma pesquisa sobre as diferenças entre a percepção e o processamento das informações mediante o tato e a potencialização sensorial. E “CORPO-MENTE/Uma Fronteira Móvel” (2003), estudo sobre a consciência corporal e a compreensão da ação física através das estruturas do sistema ritual simbólico e de seus cantos.

No ano de 2004 trouxe para Porto Alegre o ator e diretor Yoshi Oida. Um dos expoentes do trabalho do Centro Internacional de Criações Teatrais, fundado e dirigido por Peter Brook, em Paris. Nos últimos anos tem sido convidado a participar de alguns eventos de relevância como a reciclagem para artistas de circo e teatro de diversos continentes na I’Ecole de Cirque Sol’Air, de Cherbourg-Ovteville na França (2006). O Encontro Internacional de Teatro Contemporâneo PRÓXIMO ATO (2006/2007), programa anual de reflexão teórico-prática que reúne artistas e intelectuais brasileiros e estrangeiros.

Na sua formação teatral destaca, além do diretor teatral Eugenio Barba e da atriz Júlia Varley, os integrantes do Living Theatre: Judith Malina, Ilion Troya e Hanon Reznikov. O grupo italiano Teatro Tascabile di Bergamo e o ator e diretor Yoshi Oida.

Dirige, atua, escreve e coordena o Festival de Teatro de Rua de Porto Alegre que vai para sua 4º Edição em 2012. Dirigindo estará com o espetáculo (In)acabada em cartaz no mês de outubro na Casa de Cultura Mário Quintana. Atuando, tanto no teatro como no cinema, ele está no elenco do filme Menos que Nada, longa metragem inédito de Carlos Gerbase que deve estrear em 2011. No teatro estará no Porto Alegre Em Cena com o espetáculo Hybris. Escreve o livro Notas de Ensaio de Um Espetáculo que Não Aconteceu, previsão de lançamento para o segundo semestre de 2012, são reflexões sobre o seu processo de criação dentro do Grupo Falos & Stercus e o complexo processo de negociações intelectuais e politicas que envolvem o ator na constituição da interpretação.


25/08/2011

Compartilhe

 

Comentários:

Envie seu comentário

Preencha os campos abaixo.

Nome :
E-mail :
Cidade/UF:
Mensagem:
Verificação: Repita os caracteres "262306" no campo ao lado.
 
  

 

  Relatos

Os relatos publicados no portal Artistas Gaúchos são enviados pelos artistas com o objetivo de compartilhar experiências e impressões sobre seu trabalho. Se desejar, você pode enviar relatos para o portal. A veiculação ou não fica a critérios dos editores.

editor@artistasgauchos.com.br


Colunas de Relatos:


Os comentários são publicados no portal da forma como foram enviados em respeito
ao usuário, não responsabilizando-se o AG ou o autor pelo teor dos comentários
nem pela sua correção linguística.


Copyright © msmidia.com







Cursos em Porto Alegre

Cursos de Escrita

Cursos para escritores

Confira cursos e oficinas exclusivos feitos especialmente para escritores ou aspirantes a escritores.

Mais informações


Cursos de Escrita

Oficinas literárias

Oficinas de criação literária e escrita criativa em Porto Alegre.

Mais informações

 


Apoio Cultural