artistasgauchos









Desenvolvido por:
msmidia

Cinema

Domando cavalos, autoridades e o medo
Fabiane Lima

Netto e o domador de Cavalos mistura história e estórias do imaginário gaúcho nas telas do cinema

Escrita e dirigida por Tabajara Ruas, a obra desenrola-se no Rio Grande de 1835 terra dividida entre coronéis, soldados, escravos e os poucos guaranis sobreviventes da guerra da cisplatina; entre o conservadorismo e os ideais republicanos.

A voz grave e envolvente do índio Torres (Tarcisio Filho),  narra com riqueza de detalhes e alegorias sua própria história e sua relação com outros dois ícones da história rio-grandense marcados por sua força e idealismo,  o general Netto (Werner Schünemann), um dos lideres  da Revolução Farroupilha e o Negrinho do Pastoreio (Evandro Elias), símbolo a opressão e injustiças sofridas pelos escravos.

Conhecido por sua habilidade como domador, Torres passou sua vida entre cavalos e soldados entre a liberdade e a guerra, e desta vez é Netto, seu velho companheiro de guerra, que trama a fuga do cárcere índio. As cenas da tortura do detento prazerosamente planejada pelos soldados são contraposição aos deleites que permeiam as tradicionais Carreras, regadas a comida, bebida, música, e as falsas morais familiares. Mais do que a relação entre si, o que une as histórias dos personagens é a coragem, de Netto e dos negros ao se unirem para libertar o índio amigo, que mesmo sob tortura não entrega seus companheiros, e do negrinho que recebe as injustiças punições de uma vida de servidão. Uma luta constante contra a opressão que aparece vestida de farda militar, de patriarca da família, de senhor dos escravos.

Não só as paisagens perdidas da banda oriental remetem a este lugar distante e solitário do passado, o que mais carrega o espectador para o Rio Grande do século XIX e cada vez mais para dentro do conto é a trilha sonora de Vitor Ramil, que sutilmente envolve e enriquece a narrativa, proporcionando mais emoção à forte história. Forte como o gaúcho, como o herói farroupilha, como o índio, como o negrinho.


28/09/2010

Compartilhe

 

Comentários:

Envie seu comentário

Preencha os campos abaixo.

Nome :
E-mail :
Cidade/UF:
Mensagem:
Verificação: Repita os caracteres "462506" no campo ao lado.
 
  

 

  Relatos

Os relatos publicados no portal Artistas Gaúchos são enviados pelos artistas com o objetivo de compartilhar experiências e impressões sobre seu trabalho. Se desejar, você pode enviar relatos para o portal. A veiculação ou não fica a critérios dos editores.

editor@artistasgauchos.com.br


Colunas de Relatos:


Os comentários são publicados no portal da forma como foram enviados em respeito
ao usuário, não responsabilizando-se o AG ou o autor pelo teor dos comentários
nem pela sua correção linguística.


Copyright © msmidia.com







Cursos em Porto Alegre

Cursos de Escrita

Cursos para escritores

Confira cursos e oficinas exclusivos feitos especialmente para escritores ou aspirantes a escritores.

Mais informações


Cursos de Escrita

Oficinas literárias

Oficinas de criação literária e escrita criativa em Porto Alegre.

Mais informações

 


Apoio Cultural