artistasgauchos












Desenvolvido por:
msmidia

Música

Ópera Il Trovatore estréia no ICM, neste sábado
Isabel Bonorino

Neste fim de semana o Instituto de Cultura Musical da PUC, apresenta, sob a regência do maestro Frederico Gerling Jr, a ópera Il Trovatore, de Giusepe Verdi. As récitas acontecem no sábado e domingo (3 e 4/10) no salão de Atos da PUC.

Gerling Jr., do alto de seus 84 anos, conversou com o AG sobre a montagem da ópera. Já há três anos não se assiste a nenhum espetáculo do gênero em Porto Alegre, nem mesmo da PUC, que sempre buscou apresentar óperas, e deixou um público cativo sem  espetáculos. Conforme o maestro, graças ao patrocínio da Cia Zaffari em conjunto com a infraestrutura da PUC, é que a música feita pelo coral e filarmônica pôde ser realizada. Em diversos momentos da entrevista o experiente maestro alertou para o fato de que o gênero não pode ser esquecido e que a ida do público ao espetáculo é essencial para que outras montagens possam ocorrer no futuro.
O maestro conta que a escolha de uma ópera é atrelada ao orçamento que se tem, razão pela qual, óperas como Aída, ricas em cenários e figurinos, são preteridas.
Gerling reflete sobre os valores cobrados pelos ingressos (variam de 20 a 40 reais), que muitas vezes são considerados `caros`, mas que com os descontos, são inferiores a valores cobrados pelas salas de cinema. Considerando-se que uma ópera é um espetáculo que conta com grandes cenários, figurinos diversos para um grande número de pessoas, solistas vindos de fora e produção torna-se válida a constatação do maestro. É um espetáculo único e com valor acessível.


Ensaio Geral: soldados de Il Trovatore aquecendo para a estreia de sábado - Foto: Isabel Bonorino

Quase 40 anos, quase 100 óperas
O regente da PUC relata que somente ao final de uma ópera sabe-se o custo para a realização da mesma. “Aparece tanto imprevisto, que fica difícil dizer, mas uma ópera como Il Trovatore não se faz com menos de R$300 mil”, reflete o maestro. O valor não é elevado, tratando-se da montagem de uma ópera. Porém, considerando-se o valor dos ingressos, é previsível que mesmo que o teatro esteja lotado a arrecadação não cubra nem 10% do custo da produção.
O cabelo totalmente branco do maestro confirma a passagem dos quase 40 anos à frente do coral e orquestra da PUC e a realização de cerca de 100 óperas. “Cada concerto para mim é uma realização, deixei tudo o que fazia na vida pra me entregar de corpo e alma pra música de todos os gêneros”, revela. Gerling conta que trabalhou em várias funções, foi professor em vários colégios, universidade, mas um dia resolveu deixar tudo, pois a música era a mensagem que ele queria levar ao público. “Em uma ópera, às vezes tem dramas, mas isso também faz parte da vida; quem quiser, tira lição.”


Últimos ajustes com a orquestra para a estreia de sábado. Foto: Isabel Bonorino

A grande família
Apesar da idade avançada e visíveis sinais de cansaço, o maestro é um exemplo de determinação: “Me sinto superrealizado com isso, tive oportunidade de dedicar minha vida à musica, são 38 anos na PUC e fico mais 38 se eles me agüentarem”, conclui rindo.
Perguntado sobre sua relação com o coral onde invariavelmente tem um grande fã-clube que fala abertamente que o adora, Gerling abre um sorriso. “Eu adoro em dobro eles. Eu digo: vocês não prestam, mas eu amo vocês. Eles são minha família, e a orquestra também, é uma alegria.”
O maestro conta que em 5 anos a orquestra teve apenas duas faltas de uma pessoa por motivo de doença, fato raro em se tratando de um grupo grande de profissionais e de orquestras. “A turma abraçou a orquestra, eles sabem que é uma filarmônica, eles fazem com amor e veem a recompensa do trabalho deles.” Para o maestro são todos uma família, tão dedicada quanto ele, e isso o anima a continuar seu trabalho.

O elenco da ópera Il Trovatore traz a soprano curitibana, radicada em Porto Alegre, Adriana de Almeida e a participação de dois solistas do Teatro Colon, de Buenos Aires, Luis Gaeta e Alejandra Malvino, e dois do Teatro Municipal de São Paulo: Marcello Vannucci e Sávio Sperandio. Também no elenco, Luciana Bottona e Jean Marcel Lima. A direção cênica é de Vitoria Milanez e o cenário pela primeira vez projetado por uma empresa: a Kraft Arquitetura e Designe.

Serviço:
O quê: ópera Il Trovatore
Onde: Salão de Atos da PUC
Quando: 3 e 4 de outubro – sábado e domingo
Hora: 16:00
Ingressos na bilheteria do Teatro Bourbon Country:
Platéia R$ 40,00 e Mezzanino R$ 20,00


01/10/2009

Compartilhe

 

Comentários:

Adorei!!!!!!
Uma lembrança bem escrita da tragetória do Mastro..Beijão!
soninha, Porto Alegre/RS 02/10/2009 - 14:30
Parabéns pela matéria, Isabel!
Muito sucesso a todos em Il Trovatore!
Estaremos lá! :)
Marília, Porto Alegre/RS 02/10/2009 - 13:16
Excelente matéria Isa!
Muito bem escrita. Muito sensível e abrangente!
Beijão!
Pedrão, Porto Alegre/RS 02/10/2009 - 09:20

Envie seu comentário

Preencha os campos abaixo.

Nome :
E-mail :
Cidade/UF:
Mensagem:
Verificação: Repita os caracteres "443802" no campo ao lado.
 
  

 

  Isabel Bonorino

Isabel Bonorino é jornalista, radialista e relações públicas. Musicista, dedicou-se ao canto lírico de 1995 a 2005, atuando como soprano nos corais da Ospa e PUC. Foi colaboradora da Revista Literária Blau e produtora/apresentadora na Rádio da Universidade, onde criou o programa "UFRGS em Canto". Atualmente é produtora e repórter da TV Assembléia.

isabel@artistasgauchos.com.br
twitter.com/ISAbonorino


Colunas de Isabel Bonorino:


Os comentários são publicados no portal da forma como foram enviados em respeito
ao usuário, não responsabilizando-se o AG ou o autor pelo teor dos comentários
nem pela sua correção linguística.


Copyright © msmidia.com







Cursos em Porto Alegre

Cursos de Escrita

Cursos para escritores

Confira cursos e oficinas exclusivos feitos especialmente para escritores ou aspirantes a escritores.

Mais informações


Cursos de Escrita

Oficinas literárias

Oficinas de criação literária e escrita criativa em Porto Alegre.

Mais informações

 


Livros em destaque

O Guardião da
Chave Dourada

Airton Ortiz

Fundamentos à prática de revisão de textos

A Fantástica Jornada do Escritor no Brasil

 

compre nossos livros na