artistasgauchos












Desenvolvido por:
msmidia

Literatura

Literatura fora da estante
Mauro Paz

Todo jovem autor sofre com a ansiedade de publicar o primeiro livro. Quando comecei a escrever ficção, em 2004, não foi diferente. Porém, não tinha material, dinheiro ou auxílio de alguma editora. Optei por criar um blog (http://www.velhopituca.com/), no qual postei até setembro de 2008 minhas experiências de escrita e reescrita.

Mesmo com as publicações no blog e participação em algumas antologias, nunca deixei de refletir sobre o alcance dos meus textos. Vejo poucos leitores convictos, pessoas que lêem por ler, por amar a leitura. Falta de tempo, de hábito, de dinheiro, de acesso, de interesse e tantas outras faltas são respostas para o não-ler. Nos últimos meses, por exemplo, meus únicos momentos de leitura são no ir-e-vir do trabalho e aos finais de semana.

Frente a esses argumentos para a não-leitura, penso no celebre verso “Todo artista tem que ir onde o povo está”. Assim como a propaganda invade os espaços para vender produtos, serviços e idéias, acredito que a literatura deve superar o livro. Seja no ônibus, no parque, no cartaz de rua, no rádio, na internet, no celular, no caixa do supermercado, o texto literário precisa agir, deixar a passividade da estante. Com essas reflexões, comecei, em 2005, a desenvolver a adaptação de uma pequena novela (Desfocado) para a internet. Interatividade, polifonia e viralização do conteúdo foram os três eixos que explorei.

Repartida em oito capítulos, com formas discursivas distintas, a novela possibilitou desde animações, na qual o internauta apenas acompanha o texto, até brincadeiras interativas nas quais dois textos se constroem simultaneamente resultando em um único significado (Cap. V). Após terminar a novela que postei no Velho Pituca, em capítulos separados, o desafio era fazer com que ela não ficasse presa ao blog. Reuni as animações com um menu de navegação que possibilita a alternância entre os capítulos, assim como adicionar (embedar) a novela em scraps do orkut e em posts de outros blogs.

Durante o processo de criação da novela, percorri muitos sites com jogos e novas aplicações para internet. Nessas andanças, encontrei o Artéria 8 (http://www.arteria8.net/), trabalho coletivo de poemas animados, produzidos por nomes como Arnaldo Antunes, Décio Pignatari, Tadeu Jungle, Glauco Matoso entre outros. Desenvolvidos em 2003, os poemas exploram diversas formas de interação e significação do texto literário. Outro trabalho relacionando literatura, interação e internet que me chamou a atenção, foram as ciberpoesias (http://www.ciberpoesia.com.br/) de Sérgio Caparelli, desenvolvidas em 2001. Voltado para o público infantil, os ciberpoemas brincam com texto, imagem e som.

Mesmo com tantos trabalhos explorando novas possibilidades de inserção do texto, muitos escritores ainda rejeitam outras formas além do livro. Besteira. A internet, o celular ou a televisão digital não matarão o livro, nem o texto. O bom texto, essencial sempre se manteve. No entanto, a literatura, como agente de transformação social, tem a obrigação de se desacomodar da estante e invadir, pressionar o leitor. E essa é tarefa dos novos escritores, tenham eles, ou não, espaço para publicar seus livros.


25/11/2008

Compartilhe

 

Comentários:

Envie seu comentário

Preencha os campos abaixo.

Nome :
E-mail :
Cidade/UF:
Mensagem:
Verificação: Repita os caracteres "531712" no campo ao lado.
 
  

 

  Mauro Paz

Nascido em 1981, Mauro Paz tem formação em Letras pela Uniritter e em Criação Publicitária pela ESPM. Atualmente, trabalha como redator publicitário. O autor tem contos publicados nas antologias 103 que contam e Novos Contos Imperdíveis, ambas organizadas por Charles Kieffer, além de participação em diversos sites literários.

mauro.paz@hotmail.com
velhopituca.blogspot.com


Colunas de Mauro Paz:


Os comentários são publicados no portal da forma como foram enviados em respeito
ao usuário, não responsabilizando-se o AG ou o autor pelo teor dos comentários
nem pela sua correção linguística.


Copyright © msmidia.com







Cursos em Porto Alegre

Cursos de Escrita

Cursos para escritores

Confira cursos e oficinas exclusivos feitos especialmente para escritores ou aspirantes a escritores.

Mais informações


Cursos de Escrita

Oficinas literárias

Oficinas de criação literária e escrita criativa em Porto Alegre.

Mais informações

 


Livros em destaque

O Guardião da
Chave Dourada

Airton Ortiz

Fundamentos à prática de revisão de textos

A Fantástica Jornada do Escritor no Brasil

 

compre nossos livros na