artistasgauchos

 

 

 

Acessos desde
nov/2007: 3049647

 

 

Loja Virtual :: Livros

Um Sete Um
(de Ítalo Ogliari)

Um Sete Um

(Romance, 7Letras, 2007)

Sinopse:
"Dá pra acreditar?" – o narrador passa pelas mais incríveis peripécias enquanto vai enredando o leitor numa teia de verdades e mentiras. Assassino, traficante, pirata, nosso anti-herói derruba as fronteiras do fato e da ficção na busca de uma identidade. O escritor gaúcho Ítalo Ogliari é uma das maiores revelações da ficção brasileira atual, que a 7Letras tem orgulho de apresentar em sua Coleção Rocinante.

Trechos:
“Os dois se pegaram feio e eu não tive coragem de sair. Fiquei com medo de deixar a mãe sozinha e aquele filho-da-puta fazer alguma coisa com ela. Sentei na minha cama e grudei o ouvido na parede de madeira que dava pra lá. A casa era de material, mas tinha umas divisão de madeira. Ouvi ele acusando minha mãe de não tá em casa quando ele apareceu e queria que ela contasse onde tinha se metido. Depois ele chamou ela de puta e ela não aceitou. Mandou ele embora. Foi empurrando ele até a porta, e foi então que ele sentou a mão. Bateu mesmo. Umas duas ou três porradas afú, e ainda teve a cara-de-pau de tirar um ronco na cama dela. Foi aí que eu desci pro jogo. Mas não joguei bosta nenhuma.”

...

“A gente chegou na porta do quarto, que tava fechada. O velho bateu e pediu pra ela abrir, mas ela não abriu. Depois ele se lembrou que ele mesmo tinha trancado pelo lado de fora, pra filha não fugir. Então ele destrancou. Ela tava lá, deitada.
Eu tinha na minha cabeça a Mariana daquele tempo, com uns doze anos, expliquei pro meu pai, e não uma mulher.
A Mariana tava quase uma mulher.
Tava com os cabelos pintado de vermelho, meio encaracolados.
Tinha feito e uma tatuagem na perna esquerda. Um tribal.
Tava magra.
Tava branca e roxa.
Tava morta.
A Mariana tava morta.
Naquele momento, o velho se atirou na cama e abriu o berreiro. Pegou a filha no colo e começou a sacudir a coitada. Naquele momento eu não chorei mais.
Meu rosto secou e eu sequei por dentro.
– O que tu queria que eu fizesse mesmo? – perguntei pro velho.
– Que tu matasse aquele traficante filho-da-puta.”

Comprar item

Nome:
Cidade/UF: /    
E-mail:
Mensagem:
Produto/ Valor: Um Sete Um / R$ 27,00


Produtos relacionados


A mulher que comia dedos

A mulher que comia dedos
(Livros)

R$ R$ 14,00
A poética do conto pós-moderno e a situação do gênero no BR

A poética do conto pós-moderno e a situação do gênero no BR
(Livros Acadêmicos)

R$ R$ 32,00
A volta

A volta
(Livros)

R$ R$ 28,00
Ana Maria não tinha um braço

Ana Maria não tinha um braço
(Livros)

R$ R$ 12,00

Copyright © msmidia.com







Cursos em Porto Alegre

Cursos de Escrita

Cursos para escritores

Confira cursos e oficinas exclusivos feitos especialmente para escritores ou aspirantes a escritores.

Mais informações


Cursos de Escrita

Oficinas literárias

Oficinas de criação literária e escrita criativa em Porto Alegre.

Mais informações

 


Livros em destaque

O Guardião da
Chave Dourada

Airton Ortiz

Fundamentos à prática de revisão de textos

A Fantástica Jornada do Escritor no Brasil

 

compre nossos livros na