artistasgauchos









Desenvolvido por:
msmidia

Penso e Aconteço
Paulo Tedesco

Impossível não registrar algumas passagens mágicas desse meu cotidiano de escritor e também editor de livros. Numa conversa com outro editor, pessoa especial e não menos especialista no assunto, saiu-lhe uma frase quase que impensadamente: pois não é que fulano pensa fazendo! Estávamos num almoço e gentilmente pedi que repetisse, no que ele ratificou, sem dar-se pelo meu real espanto: sim, disse-me, fulano pensa enquanto faz e ao fim do processo o resultado é algo razoavelmente amadurecido, pré-pronto, sobrando arestas, nada mais.  
 
Numa reflexão rápida, imediata, ocorreu-me que o amigo editor nada mais falava do que na essência do fazer e, porque não, do ser, nesse mundão do digital e das possibilidades que se abrem novas a cada dia. Pois o pensar, hoje, tornou-se de imediato o fazer, tendo os aparelhos eletrônicos como fundamental extensão direta e precisa, que materializam em formas quase acabadas, ao que pouco tempo atrás tomasse dias, se não anos para começar a ganhar realidade física.  
 
Será que a impressora 3D, aquela que de uma imagem virtual surge um objeto manuseável, seria a concretização, a pré-figuração física como paradigma das formas atuais de conhecimento? Pois se ela processa uma imagem e a transforma em algo multidimensional, concreto, em curto espaço de tempo, enquanto acelera seus algoritmos, sob comando humano e através de uma maquininha extrusora, também está a transformá-los em algo real, palpável, estaria então convertendo o virtual em real através de uma única ferramenta?  
 
Compliquei? Sim, possivelmente. Mas descomplico, pois pensar, hoje, é na verdade dar curso ao que as nossas velhas máquinas de escrever faziam: materializavam de imediato seu processamento. A diferença é que agora as coisas e os processamentos, seus resultados, ganharam volume em escalas até então impensáveis, ou imagináveis somente na ficção ou pelas pesquisas científicas das mais avançadas, assim como sua qualidade elevou-se de forma tal que sua utilização pode ser, até, imediata e eficaz.  
 
Estabelece-se, portanto,  dois polos: num, o instantâneo, em qualquer possibilidade e dimensão, e potencialmente funcional, noutro, o amplo espaço ocioso e necessário para fruição da arte e do amor, como necessário contraponto ao que o instantâneo semi-acabado proporciona. Sei, por essas ousadias, que estou a navegar em algo tênue e um tanto explosivo diante de certos filósofos e pensadores, mas não há como deixar escapar esse precioso ponto de viragem da vida moderna. Saltamos, afinal, de uma era analógica, quase gotejadora, para uma era líquida, incessante, intermitente, espantosamente instantânea, e admitamos ou não, é urgente pensar, e repensar, enquanto fazemos, e vivemos, nossas vidas editoriais e autorais.

27/07/2015

Compartilhe

 

Comentários:

Envie seu comentário

Preencha os campos abaixo.

Nome :
E-mail :
Cidade/UF:
Mensagem:
Verificação: Repita os caracteres "080910" no campo ao lado.
 
  

 

  Paulo Tedesco

É escritor de ficção, cronista e ensaísta, atua como professor e desenvolvedor de cursos em produção editorial e consultoria em projetos editoriais, também como orientador em projetos de inovação em diferentes setores. Trabalhou nos EUA, onde viveu por cinco anos, nas áreas de comunicação impressa, indústria gráfica e propaganda. É autor dos livros Quem tem medo do Tio Sam? (Fumprocultura de Caxias do Sul, 2004); Contos da mais-valia & outras taxas (Dublinense, 2010) e Livros: um guia para autores (Buqui, 2015). Desenvolveu e ministra o curso de Processos Editorais na PUCRS e coordena o www.consultoreditorial.com.br atendendo autores e editores. Pode ser acompanhado pelo seu site, pelo Facebook ou pelo Twitter.

www.consultoreditorial.com.br

paulotedesco@hotmail.com
www.paulotedesco.com.br/
https://www.facebook.com/paulotedescoescritor?ref=bookmarks


Colunas de Paulo Tedesco:


Os comentários são publicados no portal da forma como foram enviados em respeito
ao usuário, não responsabilizando-se o AG ou o autor pelo teor dos comentários
nem pela sua correção linguística.


Copyright © msmidia.com







Cursos em Porto Alegre

Cursos de Escrita

Cursos para escritores

Confira cursos e oficinas exclusivos feitos especialmente para escritores ou aspirantes a escritores.

Mais informações


Cursos de Escrita

Oficinas literárias

Oficinas de criação literária e escrita criativa em Porto Alegre.

Mais informações

 


Apoio Cultural