artistasgauchos









Desenvolvido por:
msmidia

Regras e não regras
Paulo Tedesco

A promessa de sucesso é das coisas mais fáceis de fazer, não por coincidência estamos numa época de novos profetas e orientadores que surgem aos borbotões. Temos o "coach" (não, esse termo não é algo novo sobre o coachar dos sapos), o consultor, o motivador, o pastor de algum novo tipo de ovelhas, o "personal" de alguma coisa, e por aí seguem os termos e designações para se orientar alguém ao sucesso.

Pois, por sucesso, pode ser o de perder peso ou até o alcance da redenção espiritual. Em todas as opções há caminhos, um passo a passo para a iluminação. E por iluminação se entende a fama, a fortuna ou um emprego melhor. E para tudo há alguém vendendo milagrosos serviços orientadores, com regrinhas e dicas fantásticas, feito oráculo moderno.

É um sinal dos tempos, não duvido. Tanta oferta e tanta escassez a conviver num mesmo espaço dão ao caos uma cor baunilha que ignora sol e céu, tão óbvios em suas cores, que quando nos abandonam, tomamos o impreciso pelo permanente, ou seja, aprendemos a aceitar que o inequívoco pode vir a ser um erro, e até o seu deus pode ser destituído.

A proposta é direta e honesta, compremos, pois. Compremos aquele curso a distância e sairemos a falar inglês para conseguir um novo e bem pago emprego, assistamos a palestra e compremos o livro do fulano e da fulana, de onde sairemos tão motivados que no outro dia, emocionados, ao tomar o tradicional cafezinho na empresa, pensaremos que aquele pode ser o último café no maldito cargo da empresa, e a maior certeza de todas nos assolará: a redenção é presente, basta mudar a maneira de ver (não necessariamente do fazer...).

Não posso descartar o valor do passo a passo, nem dá. Tampouco de uma palavra emocionada e confiante à hora certa. Uma boa palestra ou uma saudável leitura, não há dúvida que nos despertam - ainda que esse despertar não seja para a melhor das realidades, é de se reconhecer que tem lá seu valor, toda mudança, afinal, é sempre bem-vinda.

Mas, numa reflexão primeira, talvez não estejamos a exagerar o poder transformador da palavra comprada? De que a palavra meditada e burilada com carinho, desapressada e gratuita, também possa nos levar à coisa melhor?

Claro, cada um veste o que melhor lhe convém. A cada um uma sentença, mas meditar em algo fortuito, como na arte, por exemplo, pode ser um bom ponto de partida. Mesmo que ouçamos os sapos dos pensamentos contemporâneos, quem sabe o sucesso, seja esse qual for, não estará ao lado quando refletimos sobre a arte e a cultura? Mas não é uma regra, todos fazem as suas, eu mesmo tenho cá as minhas. No entanto, pensar em regras mas também nas "não regras" para se viver, é bem melhor do que sair a comprar a primeira solução na esquina, não é verdade?


09/07/2015

Compartilhe

 

Comentários:

Salutar reflexão, Paulo! Lamentável é que a prática disso requer um tanto de silêncio (que pode ser acompanhado da arte musical), artigo tão invulgar nos nossos dias atulhados de hiperinformação. Abraço!
Maurem, Guaíba/RS 10/07/2015 - 19:46

Envie seu comentário

Preencha os campos abaixo.

Nome :
E-mail :
Cidade/UF:
Mensagem:
Verificação: Repita os caracteres "575207" no campo ao lado.
 
  

 

  Paulo Tedesco

É escritor de ficção, cronista e ensaísta, atua como professor e desenvolvedor de cursos em produção editorial e consultoria em projetos editoriais, também como orientador em projetos de inovação em diferentes setores. Trabalhou nos EUA, onde viveu por cinco anos, nas áreas de comunicação impressa, indústria gráfica e propaganda. É autor dos livros Quem tem medo do Tio Sam? (Fumprocultura de Caxias do Sul, 2004); Contos da mais-valia & outras taxas (Dublinense, 2010) e Livros: um guia para autores (Buqui, 2015). Desenvolveu e ministra o curso de Processos Editorais na PUCRS e coordena o www.consultoreditorial.com.br atendendo autores e editores. Pode ser acompanhado pelo seu site, pelo Facebook ou pelo Twitter.

www.consultoreditorial.com.br

paulotedesco@hotmail.com
www.paulotedesco.com.br/
https://www.facebook.com/paulotedescoescritor?ref=bookmarks


Colunas de Paulo Tedesco:


Os comentários são publicados no portal da forma como foram enviados em respeito
ao usuário, não responsabilizando-se o AG ou o autor pelo teor dos comentários
nem pela sua correção linguística.


Copyright © msmidia.com







Cursos em Porto Alegre

Cursos de Escrita

Cursos para escritores

Confira cursos e oficinas exclusivos feitos especialmente para escritores ou aspirantes a escritores.

Mais informações


Cursos de Escrita

Oficinas literárias

Oficinas de criação literária e escrita criativa em Porto Alegre.

Mais informações

 


Apoio Cultural