artistasgauchos












Desenvolvido por:
msmidia

Literatura e imprensa: um relacionamento que exige mediação
Vitor Diel

A presença de escritores ou do resultado de seu trabalho, o produto chamado livro, em veículos da imprensa, como jornais, revistas e programas de televisão, é algo familiar para quem acompanha o jornalismo cultural ou tem interesse pelo noticiário dedicado à literatura. Gêneros literários diversos encontram, em medidas diferentes, é importante lembrar, espaços jornalísticos diversos para serem conhecidos. Colunas de jornal dedicadas à literatura, editorias voltadas aos lançamentos literários, veículos exclusivamente pautados pelo universo dos livros: as opções para obra e autor alcançarem seu público são muitas no Brasil, apesar das recentes reduções na quantidade de cadernos e suplementos culturais da imprensa brasileira. Apesar disso, resiste a impressão equivocada de que as páginas do jornal ou os minutos na tela da TV conquistados por um produto cultural, como os livros e seus autores, são uma conquista advinda através das relações de afinidade entre escritor e jornalista, ou, ainda, pela compra de espaço de mídia por parte da editora que publica o livro. Este equívoco revela o amplo desconhecimento sobre o trabalho de assessoria de imprensa executado por um profissional jornalista, conforme estabelecido em lei.
 
Chama-se assessoria de imprensa o trabalho dedicado a estabelecer e manter relação entre uma empresa, organização ou marca com a imprensa, seus canais e veículos, com o objetivo de torná-la conhecida pelo público, de fortalecer seus laços com clientes/público alvo/consumidores e de mediar um relacionamento que exige estratégias e instrumentos específicos da Comunicação Social. Por lei, o trabalho do assessor de imprensa é executado, no Brasil, por um graduado em Jornalismo, apesar de valer-se de competências comuns a outras áreas da Comunicação Social, como Publicidade, Relações Públicas e Fotografia. No mercado editorial e livreiro, o assessor de imprensa contribui com a divulgação de escritores, editoras e livros nos veículos da imprensa que ou são exclusivamente dedicados ao assunto, como o jornal Rascunho e o programa Globo News Literatura, ou a seções e setores de veículos genéricos, como a coluna Babel, do jornal O Estado de São Paulo, e o blog Livros A+ do jornal Correio do Povo.
 
O relacionamento com a imprensa é uma estratégia importante e produtiva quando bem elaborada e capaz de conquistar bons resultados para o produto livro ou seu autor. Bons resultados, aqui, do ponto de vista jornalístico são: uma reportagem de meia página ou página inteira num periódico como Zero Hora, uma resenha num site como Omelete, uma entrevista exclusiva para o jornal Folha de São Paulo, uma resenha em O Globo ou no Correio Braziliense, uma recomendação de leitura pelo Rascunho. Esse relacionamento, que deve ser estimulado continuamente, exige a percepção do que é um produto noticioso, aquilo que no jornalismo é chamado de pauta. Um assunto passível de atenção jornalística existe, por exemplo, no lançamento de um livro, num convite para um escritor ministrar uma palestra, numa distinção literária obtida em concurso. Toda novidade a respeito de um escritor ou livro rende uma notícia? Não. A notícia é, no fim, o resultado de uma série de escolhas (inclusive subjetivas) feitas pelo redator ou repórter e que estão sujeitas a questões sobre as quais o assessor de imprensa não tem controle, como súbitas decisões editoriais.
 
O trabalho do assessor de imprensa  opera, no mercado editorial e livreiro, como um mediador entre o produto da esfera literária e editorial, e a imprensa. Por isso, tem natureza nobre, considerando a nobreza intrínseca que existe no produto livro e tudo que ao seu redor orbita — a leitura, a literatura, a escrita, o pensamento, a arte. Uma associação afinada entre o assessor e seu cliente guarda potencial para conquistas marcantes tanto em valor de marca para o autor e a editora quanto para a literatura e a arte literária. Afinal, um livro é publicado porque deve ser lido por seu público. Torná-lo conhecido por este público é um trabalho também da assessoria de imprensa.
 
Inscreva-se o curso: Como divulgar o seu livro na mídia, por Literatura RS - últimas vagas!
 
Vitor Diel é jornalista, nascido em Porto Alegre, em 1982. Assessor de imprensa dedicado ao mercado editorial, autor da coletânea de crônicas “Granada” (Armazém de Livros, 2008) e co-editor de “Pé de Sapato: histórias de muitas histórias” (Armazém de Livros, 2007). Participa da coletânea de contos “101 que contam” (Nova Prova, 2004) e já teve artigos publicados em jornais e revistas como Zero Hora e Revista Simples. Cursa Especialização em Literatura Brasileira na UFRGS e edita a fanpage Literatura RS (facebook.com/literaturars).

20/06/2015

Compartilhe

 

Comentários:

Vítor Diel fará alguma palestra ou encontro para falar sobre o tema?
Quem é o profissional que pode me ajudar a colocar os livros em programas de leitura e encontrar concursos para eu inscrever meus livros?
Monika Papescu, Osório 22/06/2015 - 13:14

Envie seu comentário

Preencha os campos abaixo.

Nome :
E-mail :
Cidade/UF:
Mensagem:
Verificação: Repita os caracteres "175903" no campo ao lado.
 
  

 

  Artigos

Os artigos pubicados no portal Artistas Gaúchos são de inteira responsabilidade dos articulistas. Se você deseja enviar um artigo, entre em contato com o editor do portal. Não é necessário estar cadastrado no portal para enviar artigos e a veiculação ou não é uma escolha editorial.

editor@artistasgauchos.com.br


Colunas de Artigos:


Os comentários são publicados no portal da forma como foram enviados em respeito
ao usuário, não responsabilizando-se o AG ou o autor pelo teor dos comentários
nem pela sua correção linguística.


Copyright © msmidia.com







Cursos em Porto Alegre

Cursos de Escrita

Cursos para escritores

Confira cursos e oficinas exclusivos feitos especialmente para escritores ou aspirantes a escritores.

Mais informações


Cursos de Escrita

Oficinas literárias

Oficinas de criação literária e escrita criativa em Porto Alegre.

Mais informações

 


Livros em destaque

O Guardião da
Chave Dourada

Airton Ortiz

Fundamentos à prática de revisão de textos

A Fantástica Jornada do Escritor no Brasil

 

compre nossos livros na