artistasgauchos









Desenvolvido por:
msmidia

“Desde que nasci eu já estava convivendo com a música”
Cristielle Valle

Ela canta, toca piano e escreve. Nunca colocou melodia em suas letras, portanto não se considera compositora. Apaixonada por música praticamente desde que nasceu, já tem um currículo bem extenso: gravou jingles e spots para a Tramontina, o Canoas Shopping e o Bourbon Shopping. Foi semifinalista do programa “Ídolos”, em 2012, fez a abertura do show do Ed Motta, no Hotel Copacabana Palace, no Rio de Janeiro, fez show no Conrad, em Punta del Este, entre outros. Essa é Débora Neto, 18 anos, gaúcha, estudante de Jornalismo. Em entrevista ao Blog de Jornalismo Cultural da Uniritter, ela nos conta tudo sobre sua carreira: o início, as dificuldades e a decisão de ter uma segunda profissão.

De onde e a partir de quantos anos surgiu esse sonho de cantar?

DÉBORA NETO: Meu pai canta, meu vô foi maestro e arranjador do exército do Rio de Janeiro, alguns tios e tias cantam também. Então desde que nasci eu já estava convivendo com a música. Com 2 anos eu comecei a fazer musicalização. Depois disso eu entrei no coral do meu colégio e com 7 anos comecei a cantar profissionalmente, quando fui chamada para fazer parte de um CD de músicas Natalinas com a Isabela Fogaça. Esse CD veio a se tornar um musical, que acontece anualmente desde então. E junto a isso acabaram surgindo outros trabalhos.

Quais foram as principais dificuldades pra ti conseguir fazer todos esses trabalhos?

DÉBORA NETO: Acho que principalmente apoio financeiro, pois grande parte das pessoas acha que cantar não é profissão. Então me chamam: "Ah canta lá umas 10 músicas, na amizade", e não é assim! Existe um preparo, ensaios, meu deslocamento, meu tempo estudando o repertório. Eu acabo fazendo muitas coisas "na amizade", mas porque amo cantar. Então não me importo de fazer alguns trabalhos sem cachê. Além disso, eu dependo de alguém que toque violão para mim, nem sempre o local tem piano e eu não tenho como transportar o meu porque desafina e estraga. Então outra dificuldade é que nunca encontrei um parceiro fixo para isso. É difícil encontrar quem esteja tão empenhado nisso quanto eu e que leve a sério, seja comprometido.

Como funcionou a divulgação do teu trabalho no início e como é agora?

DÉBORA NETO: Os meus vídeos iniciais eu gravava em casa sozinha com o celular. Então ninguém dava muita atenção, até que gravei um vídeo na casa de uma amiga com uma qualidade de som boa e todo mundo começou a compartilhar. É o que tenho mais acessos inclusive, se não me engano "Someone like you". Depois desse as pessoas começaram a prestar mais atenção nos meus vídeos e no meu trabalho. Os meus dois últimos foram gravados por um amigo meu e filmados por outro amigo. Sempre foi na parceria, nunca tive empresário, assessor ou produtor. Depois do programa “Ídolos” também melhorou a divulgação.

Por que resolveu fazer jornalismo?

DÉBORA NETO: Eu sempre gostei muito de rádio e TV, além disso eu sempre gostei de escrever para me expressar. Jornalismo é comunicação, música é comunicação. É o único curso em que me imaginei no futuro. Eu tenho levado em paralelo os estudos e minha carreira como cantora. Esse final de semana cantei na Casa NTX, por exemplo. Mas a faculdade tem utilizado bastante do meu tempo, e realmente tenho dado prioridade à ela. Também estou procurando algum trabalho na área, mas estou no segundo semestre então é mais difícil.

Quais os planos para o futuro como cantora?

DÉBORA NETO: Já pensei em seguir carreira em outro Estado, mas não sei ainda. Quero fazer um curso em Boston, nos Estados Unidos, e agora nessas férias pretendo fazer outros cursos no Rio de Janeiro. Vou onde der certo.

 

Por Cristielle Valle


12/12/2014

Compartilhe

 

Comentários:

Envie seu comentário

Preencha os campos abaixo.

Nome :
E-mail :
Cidade/UF:
Mensagem:
Verificação: Repita os caracteres "555011" no campo ao lado.
 
  

 

  Entrevistas

As entrevistas publicadas no portal Artistas Gaúchos são feitas pela equipe do portal, mas se você deseja enviar uma entrevista, entre em contato com o editor do portal.

editor@artistasgauchos.com.br


Colunas de Entrevistas:


Os comentários são publicados no portal da forma como foram enviados em respeito
ao usuário, não responsabilizando-se o AG ou o autor pelo teor dos comentários
nem pela sua correção linguística.


Copyright © msmidia.com







Cursos em Porto Alegre

Cursos de Escrita

Cursos para escritores

Confira cursos e oficinas exclusivos feitos especialmente para escritores ou aspirantes a escritores.

Mais informações


Cursos de Escrita

Oficinas literárias

Oficinas de criação literária e escrita criativa em Porto Alegre.

Mais informações

 


Apoio Cultural