artistasgauchos









Desenvolvido por:
msmidia

Literatura

No limite dos sentidos
Ana Mello

 

Gosto muito de contos e desenvolvo uma fixação temporária por alguns autores. Durante este processo quero comprar todos os livros que encontro, vejo livros do autor em todos os lugares. Isso passa, ou melhor, mudo de foco, mas não deixo totalmente de lado minhas preferências anteriores.

Poe, Horácio Quiroga, Josué Guimarães, Henry James, Tchekov e Mia Couto são meus preferidos. Entre eles outros, um conto aqui outro ali. Não é a fama que os precede que me faz admirá-los, mas o estilo, a maneira como seus personagens são cruéis, o modo como usam suas metáforas, o feitiço das palavras que hipnotiza a cada página.

Recebi de presente o livro da amiga escritora Jacira Fagundes e tive dificuldade para dizer tudo que ela realmente merece que seja dito valorizando seu trabalho preciso e bem elaborado.

Nos contos da Jacira em No limite dos sentidos encontrei um pouco de tudo que gosto nos meus contistas favoritos. Fiquei com água na boca lendo e imaginando a baba de moça, o pudim de queijo feito com receita dobrada que enfeitava a mesa e adoçava as lembranças no antigo romance de Luca e Bilu, pois ela trouxe para as palavras os sabores e aromas da culinária e a pimenta do namoro escondido do casal.

A melancolia na figura da dona Vicentina que assim era chamada por ser mulher do Vicente e apenas isso, que ao vê-lo morrer desfez-se como a casa, aos poucos, perdida entre os ciprestes e o cemitério.

No carrinho de rolimã o inocente amor da menina pela amiga Carlinda e tantas outras mulheres amadas ou incompreendidas.

O professor que se protege da esposa entre ratos e sapos no escritório. A cada conto dos vinte e três que compõem o livro um novo olhar da autora, um toque que aprendeu desde suas primeiras oficinas literárias até sua publicação solo em 2005, o infanto-juvenil – Um desafio para Manoel. Olhar que vem aprimorando com suas vivências e leituras. Hoje já multiplica em forma de seminários, oficinas e palestras seu aprendizado.

No limite dos sentidos traz um toque especial da mulher Jacira Fagundes, seu olhar perante a vida e a escritura dos autores que admira.

É uma amostra dessa fase que vive a autora e que certamente será temperada constantemente com novos sabores literários e concederá em breve outro livro de contos, sua especialidade.


01/06/2010

Compartilhe

 

Comentários:

Eu não sou artista. Sou apenas uma amiga que te admira. Já li teu livro. No mesmo dia que me deste de presente. Gostei. Posso te dar uma dica? Escreve sempre. Bj
Maira Knop, Porto Alegre 06/06/2010 - 14:43
Muito bem captado, pela ótima Ana Mello, o universo e os sentidos em que se move a literatura de Jacira Fagundes. Beijos às duas,e um tributo à generosidade entre colegas que se admiram,
Valesca
valesca de assis, Porto Alegre/RS 02/06/2010 - 09:40
Como colega de ofício da Jacira, expresso minha admiração pelo seu dinamismo e determinação na criação literária. Aprecio talentosos contistas, iniciando pelo mestre Edgar Alan Poe que, além de teórico do conto, destacou-se na poesia com “O corvo”; pode-se enumerar João Guimarães Rosa, Tchekhov, Kafka, Machado de Assis, Quiroga, Sérgio Faraco, entre outros nomes consagrados, com estilos e temáticas próprias. Se o conto é clássico, contemporâneo ou moderno, não importa; o que determina o valor da escrita, para mim, é o estilo do autor e a qualidade do texto. A Jacira mantém o seu estilo e a sua narradora apresenta uma temática rica e própria. O leitor tem o privilégio de poder escolher temáticas e estilos que mais lhe agradem. Ouvi de um crítico literário: “publicar sua escrita é um ato de humildade “. Creio que sim. A escritora desnuda-se e aceita o desafio manifesto no diálogo da diferença.
Parabéns, Jacira.
http://izabelericamargo.iespana.es/index.htm
www.izabelericamrgo.blogspot.com
Izabel Eri Camargo, Porto Alegre/RS 01/06/2010 - 21:33
Comecei a ler NO LIMITE DOS SENTIDOS na mesma noite da sessão de autógrafos do dia 6 de novembro de 2009, na Feira do Livro. Estava curiosa. Já havia lido as obras anteriores de Jacira, mesmo as infantis e infanto-juvenis com que costumo presentar os mais jovens da família, mas a escritora me surpreendeu, mudando tudo nestes contos maduros, em linguagem crua, dura, exibindo vísceras de personagens às voltas com as surpresas da vida, com as dores, as traições que em algum momento existiram e ainda acontecem no interior das casas, dos quartos de dormir, das consciências, como as tragédias íntimas das mulheres em todos os tempos.
BRAVA, JACIRA!
Scyla Bertoja, Porto Alegre/RS 01/06/2010 - 19:51
Tive o privilégio de conhecer e me aproximar da Jacira. Sem dúvida, uma mulher excepcional! E esperar o quê dela? Sempre o melhor! Já estou ansiosa por ler a sua nova obra. Avante sempre minha amiga!
Rosalva Rocha, Porto Alegre-RS 01/06/2010 - 19:50
Jacira,
Entusiasmado pelo que a Ana Mello escreveu no texto acima sobre tua pessoa, fui de imediato ao teu site. Nossa, guria, no meu humilde parecer, és uma contista das melhores. Alguns daqueles minicontos eu gostaria de ter escrito. Parabéns, mulher escritora. Vai em frente que o mundo é teu.
Alcir
www.alcirnicolau.com
Alcir Nicolau Pereira, Porto Alegre 01/06/2010 - 19:48
Sou fã da escritora Jacira Fagundes, pois gosto do que ela escreve. Admiro o modo como ela aceita o desafio que é escrever e toca o seu trabalho.
Nilva Ferraro, Porto Alegre, RS 01/06/2010 - 17:21
Sou amiga da Jacira Fagundes (escritora) gosto muito do que ela escreve.Admiro e respeito seu trabalho e parabenizo-a.
Ivanise Mantovani, Porto Alegre/RS 01/06/2010 - 13:36
O olhar de uma escritora sobre o olhar de outra. Ler e escrever, dois polos de um mesmo ato frente à literatura.
Que bom , Anna. O quanto restaura nossa alma de escritor a nossa obra à disposição de novos e instigantes olhares.
Obrigada.
Jacira Fagundes, Porto Alegre / RS 01/06/2010 - 13:27

Envie seu comentário

Preencha os campos abaixo.

Nome :
E-mail :
Cidade/UF:
Mensagem:
Verificação: Repita os caracteres "404004" no campo ao lado.
 
  

 

  Ana Mello

Ana Mello é escritora e publica em diversos sites na internet. Escreve poesias, contos e crônicas. É coordenadora do Movimento Poetrix no Rio Grande do Sul. Apaixonada por minicontos, ministra oficinas em cidades como Cachoeirinha e Osório.

anaelyod@yahoo.com.br
minicontosanamello.blogspot.com
twitter.com/anamello


Colunas de Ana Mello:


Os comentários são publicados no portal da forma como foram enviados em respeito
ao usuário, não responsabilizando-se o AG ou o autor pelo teor dos comentários
nem pela sua correção linguística.


Copyright © msmidia.com







Cursos em Porto Alegre

Cursos de Escrita

Cursos para escritores

Confira cursos e oficinas exclusivos feitos especialmente para escritores ou aspirantes a escritores.

Mais informações


Cursos de Escrita

Oficinas literárias

Oficinas de criação literária e escrita criativa em Porto Alegre.

Mais informações

 


Apoio Cultural